Isabella Rossellini




Com David Lynch,fotografada por Annie Leibovitz.


"Não gosto da idéia de envelhecer, mas gosto de ter nascido há muito tempo." Isabella Rossellini.

Isabella passou a infância vendo os móveis da sua casa serem confiscados, pois seu pai estava sempre endividado. Ele, o diretor de cinema Roberto Rossellini, era superprotetor e ciumento - quando ela chegava em casa cinco minutos depois da hora combinada, aprontava um escândalo. A mãe, Ingrid Bergman, "estava sempre atuando na Broadway."

Aos 18 anos, com o pretexto de aprimorar seu inglês, Isabella fugiu para Nova York. Logo soube que uma rede de televisão procurava alguém bilíngüe para fazer tradução num programa de jornalismo. Foi seu primeiro emprego. Rapidamente passou a entrevistadora, embora sempre tenha sentido desprezo (sic) pelos jornalistas, porque seus pais foram muito perseguidos pela imprensa, principalmente quando Ingrid Bergman largou tudo para viver com o cineasta italiano.

Um dia, Bruce Webber pediu para fotografá-la. Depois, Avedon. Fez quatro capas seguidas para a Vogue e se tornou uma top model. Foi contratada pela Lancome, onde ficou 14 anos.

Namorou Mikhail Baryshnikov, casou com Martin Scorsese, se divorciou, casou com Jon Wiedemann (um modelo alemão, atualmente executivo da Microsoft), pai de sua filha.

Adotou um menino, chamado Roberto. Antes de se casar de novo, com o ator Gary Oldman, namorou David Lynch. Não é à toa que sua filha se chama Electra.

Filmou com os irmãos Taviani por romantismo - eram amigos do seu pai, que tinha acabado de morrer. Com Lynch fez Perdida Durango, em Coração Selvagem. Ela mesma criou o visual da personagem - peruca loura, sobrancelhas escuras e grossas - baseado em Frida Khalo, que tinha acabado de descobrir. Queria criar uma mulher ao mesmo tempo "repulsiva e atraente". Insistiu em colocar bigodes como os da pintora, mas Lynch achou que também já era demais.

Depois fez Veludo Azul e na cena em que corre nua, tentou reproduzir a mesma vulnerabilidade da foto que tinha visto quando jovem, da criança vietnamita correndo sem roupa, de braços abertos.

Separou-se de Lynch porque ele se apaixonou por outra. Foi demitida da Lancome por já ter 50 anos.

Abriu sua própria empresa de cosméticos, Manifesto. É empresária, mas não gosta de viver entre telefonemas, faxes e reclamações. Para compensar, atua em peças que possam atraí-la, uma delas dirigida por Bob Wilson, inspirada num livro de Umberto Eco, que ela não leu inteiro porque não entendeu nada. "É o alka-seltzer que cura minha ressaca",diz sobre o teatro.

Sua casa é um antigo estábulo abandonado há 30 anos. Isabella reformou, deu um pintada e fez uma varanda. Deixou que o matagal em torno da casa ficasse do jeito que estava. Tem vários cachorros, redes, livros. E uma árvore de galhos secos com espelhos redondos pendurados.

Nascida em Roma, seu nome completo é Isabella Fiorella Elettra Giovanna Rossellini. Tem uma irmã gêmea,Isotta, professora da New York University.


.

7 comentários:

Mario disse...

É a mais bonita do cinema. Parabéns pelo viciante blog.

BethS disse...

Ela é tão linda. Ontem estava passando os olhos naquele livro da Madonna (Sex) e a Isabella fez algumas fotos vestida de homem, em cenas lésbicas com a cantora e outra linda moça. Tudo em preto e branco, muito chic e ao mesmo tempo estranho.
Isabella só ficou com homens espertos, né?...

irene disse...

Adoro Iabela Rosselini. Eu também deixaria o mato em volta do jeito que estivesse. Mato é sempre lindo.
Parabéns pelo novo blog....

Diz disse...

Lindíssima, uma das mais belas de todos os tempos. Gsoto demais.
Eu achei que fosse ela com Madonna, mas fiquei em dúvida, a Beth confirmou ai.
O livro de Madonna sex é mto bonito.
Vc não quer saber mais dela, né?
Respeito
Bjs Laura

Demas disse...

Nossa...
E ainda precisava ser tão assim tão linda? Lembro-me de ter me apaixonado por ela em "Veludo azul". Depois disso, sempre procurei ver tudo que fez.
Abração

Rodrigo Assis disse...

Totalmente demais.

Ruby disse...

Linda, porque herdou a beleza da mãe e, somado à beleza, o talento. Isabella produz e escreve também.