Klute




Klute, o passado condena (Klute)
EUA, 1971. De Alan J. Pakula. Com Jane Fonda, Donald Sutherland, Roy Scheider. Oscar de melhor atriz para Jane Fonda.

“Eu queria não ter um rosto nem um corpo. E ficar em paz." Bree Daniel


A história é prejudicada pelo excesso de filmes idênticos que surgiram depois. Detetive particular (Sutherland) procura amigo desaparecido há seis meses, e acredita que seu sumiço pode estar ligado a uma call girl, Bree Daniel (Fonda). Bree é uma garota inteligente que faz análise e gostaria de ser atriz. O prazer de ficar pulando por dinheiro de cama em cama, é a sensação de estar dominando a situação.

O lance mesmo é Jane Fonda, espetacular. E Donald Sutherland é o anti-galã, orelhudo, muito magro, e com cara de bobo. Sua interpretação dá a dimensão exata da apatia e generosidade do personagem. Roy Scheider interpreta um malandro que fatura com suas protegidas.


JANE

Jane Fonda estava em plena fase de contestação, e por isso se interessou em representar uma prostituta bacana para mostrar "o colapso e a decadência americana". Como sua personagem, Jane também recebia telefonemas anônimos e obscenos, por conta do seu comportamento radical e sua ligação com os Panteras Negras.

No início a atriz achou que não era gostosa o suficiente e sugeriu Faye Dunaway. Quando foi convencida a aceitar, freqüentou bares especializados e uma garota de programa de 23 anos era sua assessora para assuntos ligados ao ramo. Como pegar o dinheiro antes e tratar o cliente como uma pessoa sedutora e especial. Dizem que Jane teria participado de experiências em bordéis caríssimos para captar o clima da personagem. Talvez sim, talvez não. Quando interpretou Gloria em seu filme anterior -A Noite dos Desesperados - não ia pra casa depois das filmagens, preferindo dormir no estúdio para não sair do clima.

O figurino de Bree representa o que as mulheres descoladas usavam nos anos 70 e virou moda, principalmente o corte de cabelo da atriz. Bolsa de camurça de franjas, camisetas sem sutiã, maxi e mini-saias com botas ou meia 3/4, cinto com fivelona, gola rolê, coletes e a inesquecível gargantilha.

Como em A Noite dos Desesperados, Barbra Streinsend recusou o papel de protagonista. Mais tarde brincaria dizendo que Jane deve muito à ela.

Klute foi rodado em dois meses e Jane e Donald tiveram um caso durante as filmagens. Décadas depois, o ator seria mais conhecido como o pai de Jack Bauer, o agente federal vivido por Kiefer Sutherland em 24 horas, o seriado que se tornou vício nos Estados Unidos e, claro, aqui.

.

Um comentário:

BethS disse...

Ele tb ficou muito conhecido por Mash, não? ele é otimo. Aliás, vc não vai falar de Mash?