A bela da tarde



A Bela da Tarde (Belle du jour)
França, 1967. De Luis Buñuel. Roteiro de Luis Buñuel e Jean-Claude Carrière, baseado em livro de Joseph Kossel. Com Catherine Deneuve, Pierre Clémenti, Jean Sorel, Michel Piccoli e Geniève Page.
Leão de Ouro em Veneza.


Catherine Deneuve é Séverine, uma mulher rica e bem-casada que não se relaciona sexualmente com o marido (Sorel), preferindo passar suas tardes num bordei realizando todo tipo de fantasia, até que um marginal de dentes de aço (Clémenti) acaba ficando obcecado por ela.

A combinação da beleza glacial de Catherine Deneuve, vestida por Yves Saint Laurent -seu estilista predileto - com os desejos e perversões da sua personagem é uma mistura sensacional. Tudo não passa de uma fantasia de Séverine? Tique-taques de relógio, zumbidos, barulho de água da chuva, caixinha de música, sininhos e folhas esmagadas por carruagens imprimem ao filme a idéia de sonho. Na época de seu lançamento, cenas foram cortadas, como a de um cliente que pede que ela o chame de pai. Em um momento importante do filme, um chinês mostra o conteúdo de uma caixinha para Séverine que a deixa admirada. O que afinal havia naquela caixa? No seu livro de memórias, Buñuel disse que não sabia. A Bela da Tarde foi relançado na França em 1996, graças a Martin Scorsese, que se encarregou de restaurá-lo e resgatar as cenas censuradas.

*pontas de luxo* Jean-Claude Carrière, co-roteirista do filme, no papel de um padre. Luis Buñuel aparece sentado num café numa mesa próxima à de Deneuve.

Filmaço.

........
Segredos de beleza de Catherine Deneuve

Rímel Longcils Boncza
Pincéis e esponjas Shu Uemura
Pente e escova La Saponifire
Sabonete Magno
PÓ facial e pó compacto Yves Saint Laurent
Batom Shiseido
Escova Mason and Pearson
Lenços para toilette Beauté Divine
Óleo tônico para o corpo Clarins
Cremes para cuidar da pele: Clarins, Shiseido, Françoise Morice e Joëlle Scotto
Khôl (um tipo de lápis para maquilar os olhos) Lancôme
Pó bronzeador Fleur de Teint de Clarins

Para os cuidados do rosto, ela adora, indistintamente:
Lift Sérum YSL (um tipo de soro rejuvenescedor); a linha Clé de Peau; os demaquilantes e os adesivos para os olhos Françoise Morice; Age Perfect de Plénitude; Creme Huit Heures, de Elizabeth Arden.

(Do site Tout sur Deneuve)


4 comentários:

Diz disse...

:)
não tenho nada em comum com a diva Deneuve
não tenho nenhum produto destes, nem um YSL
Eu gosto mto deste filme e de Pierre Clementi- nunca mais o vi por ai.

lola aronovich disse...

Coincidência! Ontem à noite vi O Discreto Charme da Burguesia. Mas gosto mais de Belle du Jour. Eu ia dizer que o John Travolta abrindo a maleta em Pulp Fiction deve ser uma homenagem ao momento da caixinha em Belle, mas, como vc colocou o vídeo de Pulp Fiction aí, deve ter pensando nisso muito antes de mim... Abração!
www.escrevalolaescreva.blogspot.com

marina w. disse...

Muitas das fotos do meu outro blog coloco de maneira inconsciente. Aqui tb deve ter sido, pq uma amiga e eu conversamos no outro dia sobre essa possibilidade. Exstem várias teorias, eu voto nessa. Beijo!

marina w. disse...

nem eu, Laura.
:))